2 de mai de 2013

Defesa de dissertação de Bia Porto - PUC-Rio


No último dia 15 de abril, às 14h, o grupo participou da defesa da dissertação da Beatriz Moreira Porto Gonçalves - Bia Porto, do PPGE da PUC-Rio, orientanda de Mestrado da Prof Rosália Duarte. O título de sua defesa foi "Cinema, Educação e o Cineclube nas Escolas: uma experiência na Rede Pública do Sistema Municipal de Ensino do Rio de Janeiro". Sua banca contou com as professoras Milene da Silveira Gusmão (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – EESB), Cristina  Carvalho (PUC-Rio), além da orientadora Rosália Duarte, da PUC-Rio, presidente da banca. A dissertação teve como marcos conceituais as ideias sobre cinema dos pesquisadores franceses Alain Bergala e Jacques Rancière, e dos Estudos Culturais de Jesús Martín-Barbero. A pesquisadora acompanhou a experiência de cineclube em 248 escolas públicas do município do Rio de Janeiro e concluiu que embora o cinema/audiovisual esteja sendo utilizado na rede para trabalhar conteúdos muitos professores já estão descobrindo outras possibilidades de vasculhar o lado estético dessa arte.

A banca trouxe algumas reflexões importantes. A professora Milene provocou: "O que justificaria tomar o cineclube como uma referência importante na prática escolar?" Ela relatou que há toda uma movimentação no Brasil de intelectuais e cineastas para viabilizar algumas práticas de formação para e pelo audiovisual nas escolas. A professora Cristina observou que o Cineclube na escola ainda é apresentado como um apêndice. Por que não trabalhá-lo como um projeto integrado na escola como parte do projeto político destas?

A defesa foi muito importante para todos do grupo e principalmente para as pesquisadoras do nosso grupo Mirna Juliana e Thamyres Dalethese, bem como, Érica Rivas e Renata Ferreira, que também estão pesquisando sobre a importância dos cineclubes, as primeiras com foco nos estudantes universitários e as segundas com foco nos estudantes de ensino fundamental.

Desta defesa ficam algumas perguntas para colaborar com os estudos de nosso grupo... 

È possível falar dos cineclubes sem vincular a questão do cinema como arte?
Movimento cineclubista e cineclube não são a mesma coisa. Pode-se dizer que essas experiências de cineclube na escola trazem uma nova perspectiva ao cineclubismo?
Professor também é um espectador. Que lugar é esse de formação? Como o estamos vendo nesse contexto? 

Nesse sentido, as perguntas auxiliam a pensar o projeto de quase todos do grupo trazendo para a cena o papel do professor que também está presente na pesquisa de Joana Milliet e de Nilcéia Lopes. 

Defesa boa é defesa que traz contribuições amplas, que permitem a todos ver e rever seus caminhos percorridos e a percorrer...  

Lucineia Batista, Mirna Juliana e Prof. Adriana Hoffmann Fernandes

10 comentários:

Thamyres disse...

A defesa foi muito interessante para muitas de nós, trouxe questoes pertinentes a nossas pesquisas tbm. Que bom poder encontrar outros espaços e pessoas pra dialogar!

Bia A. Porto disse...

Gente,
fico muito contente que minha defesa tenha sido tão produtiva! Vou acompanhar de pertinho esses frutos.
Podem contar comigo p/ o que precisarem.
Parabéns pelo blog e bons trabalhos!
bjs

Adriana Hoffmann disse...

Obrigada Bia! Estão todos querendo uma versão da sua dissertação para ler, viu?

Lucineia disse...

Bia,
Sua apresentação deu o que pensar. O seu tema de estudo fala diretamente com a pesquisa de vários do nosso grupo. Você já tem leitores garantidos. rsrs
Obrigada pelo comentário e nos ajude a divulgar o blog!
bj

Érica disse...

Agradeço as colegas do grupo e a professora Adriana pelo relato compartilhado. Através dessas redes que tecemos em nosso grupo, construímos e reconstruímos nossos conhecimentos e pesquisas...O trabalho da Bia trouxe outras questões para refletirmos em nossos estudos, tenho certeza que foi uma bela defesa!

Joana disse...

Foi ótima a defesa! Quero ler a dissertação, Bia! Quando puder, envia para a gente!

SOM disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kelly Maia disse...

Muito interessante o trabalho da Bia, o fôlego em acompanhar as escolas e considero positivo e animador a afirmativa que o cinema nas escolas vem sendo aos pouco mais que instrumento para conteúdo.

Bia A. Porto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bia A. Porto disse...

Acho que as colegas já leram, mas para ficar registrado aqui, segue o link para a dissertação publicada: http://www2.dbd.puc-rio.br/pergamum/tesesabertas/1111587_2013_completo.pdf