21 de mai de 2013

Recebendo convidada do PROPED e Rompendo Barreiras- UERJ


Como grupo estamos sempre fazendo parcerias na construção das pesquisas que realizamos numa dimensão coletiva. As pesquisas do grupo não visam apenas a si próprias mas são pensadas em conjunto e constituem-se em parcerias teóricas, epistemológicas ou até mesmo de campos de pesquisa. Dessa forma, construir parcerias é parte da constituição de um grupo de pesquisa.

Foi pensando no nosso papel como integrantes de um grupo que se solidariza e atua em conjunto com seus integrantes, para além (apenas) da pesquisa individual de cada um, que convidamos e recebemos Valéria, mestranda do PROPED e coordenadora do Programa Rompendo Barreiras da UERJ, para falar de como tornar os textos (e-) acessíveis para pessoas cegas ou com baixa visão. Temos esse ano no grupo a entrada de Margareth e nossa parceria com ela nesse momento está sendo buscar formas de melhorar essa comunicação. A palestra/conversa de Valéria conosco no grupo foi nesse sentido de orientar-nos em relação ao envio de materiais que possam ser lidos por Margareth.

A consultoria de Valéria foi valiosa pois mostrou-nos que tornar um texto acessível é algo que deveria ser meta de todos os que postam e publicam materiais na rede. Através de sua história, seus relatos e suas orientações pudemos tirar dúvidas e – cada um do grupo - experimentará de forma responsável, as orientações dadas nos envios de materiais que formos disponibilizar, tendo sempre esse cuidado com nossa nova leitora.

Obrigada Valéria por suas orientações! Sucesso no seu projeto que ajuda a tantos estudantes da UERJ e de outras Universidades! Parabéns pelo trabalho realizado!

Adriana Hoffmann Fernandes 

3 comentários:

Lucineia disse...

Valéria nos mostrou como, com pequenos procedimentos, podemos promover a acessibilidade daqueles que têm deficiência visual. É mais fácil do que supúnhamos. Obrigada e parabéns pelo trabalho!

Joana disse...

Como não pude estar presente, depois quero aprender com vocês!

Valeria de Oliveira disse...

Olá Adriana,

Agradeço a todos pelo carinho!

Saber que vocês têm interesse em verter diferentes textos em formatos digitais acessíveis e que este desejo surge com a preocupação em assegurar a Margareth o direito de receber as mesmas informações que todos recebem no grupo evidencia o quanto nossas pesquisas podem contribuir com a construção de novos conhecimentos.

Sempre que desejarem terei o maior prazer em compartilhar as práticas desenvolvidas no Rompendo Barreiras e no GPDOC.