28 de nov de 2010

Primeiras leituras

                Apesar de ainda estarmos em um momento inicial de pesquisa, este semestre tivemos leituras significativas que contribuíram para pensarmos e discutirmos sobre nosso objeto de estudo: o cinema e as narrativas de jovens em diferentes contextos educativos. Destacarei alguns dos registros e sentidos deixados em nossos encontros.
                O artigo de Orosco (2009), Entre telas: novos papéis comunicativos das audiências, fala nas múltiplas possibilidades de intercambio sociais na contemporaneidade proporcionadas pelas novas tecnologias, sinalizando para uma modificação e diversidade nos modos de interação entre as telas com as audiências.
                Já o texto Memórias juvenis: a influência do cinema no cotidiano dos jovens nos anos 60, de Puhl e Silva (2009), as autoras partem de jornais da cidade de Nova Hamburgo desta década e relatos orais de pessoas de pessoas que vivenciaram este período como fontes metodológicas. Suas análises nos mostram o quanto o cinema pode estar diretamente relacionado na construção dos modos de vida e comportamento na medida em que constitui parte do cotidiano e das práticas sociais dos jovens.
                Outro texto que incorre na influência dos produtos audiovisuais nos indivíduos é Estudantes Universitários e consumo de filme, de Duarte (2002). Neste estudo, debate-se o papel crucial das imagens cinematográficas na formação de jovens universitários, defendendo o cinema como espaço privilegiado de aprendizagem.
                Por fim, discutiremos Cinema e Educação: um caminho metodológico de Fabris (2008) que, diferentemente dos autores que citei, parte da análise filmes para discutir e problematizar a relação entre cinema e educação. Ou seja, a autora utiliza os textos fílmicos como material empírico para entender os significados culturais que eles produzem.
                Mesmo apresentando formas metodológicas diferentes, alguns pontos e questões trazidos por estes textos perpassam entre si, tecendo nossas reflexões teóricas neste inicio de trajetória da nossa pesquisa.   
Abraços,


Thamyres

Um comentário:

Adriana disse...

Parabéns pelo registro! Obrigada por sua colaboração na pesquisa!
Beijos,
Adriana